27 de setembro de 2015

Que festinha esquentadinha!


Ontem, não pude postar, havia gente do coração me visitando na praia, onde estou para meu veraneio fora de época. Afinal aqui em Natal o Verão dura o ano inteirinho. Delícia! Mas, vamos aos trabalhos! Comecemos dando umas alfinetadas boas na Mara! Adoro ter uma chatilda para aporrinhar, ainda mais quando a "sorriso Colgate" afirma que nunca, jamais, em tempo nenhum limpou um fogão. Vai vendo a humildade galopante dessa convertida! É mesmo um espanto a cara de pau dessa muié! Né mermo? Fazendo a pobrinha para comover a mulherada votante, doida para sair milionária do programa. O fato é que a crédula Li caiu na lorota da "mulher Maravilha" e dispôs-se a ensinar loroteira como se limpa um fogão. Claro que deu em nada.
Maravilhas das maravilhas foi ver a exibida sem noção Mara, mandando todos os babacas e abestadinhas beijarem a chave pendurada no pescoço de Douglas... O que tem na cabeça dessa desmiolada, além de titica de galinha? É uma parva, tola, saliente, comportando-se como uma adolescente véia... 
Como não pode ficar sem destilar seu veneno, Mara partiu para cima de Quelynah, acusando a moça de ser fingida ao se fazer de tímida, pois, quando troca de roupa, fica com as mamas à mostra, como se estivesse em casa. Tudo indica que Mara vai ser a nova Gretchen. Soube que teria entrado no programa para causar mesmo. O comportamento dela está sendo agressivo demais para quem pretende ir até a final. Aliás, lembra muito o de uma outra peoa da Fazenda 7.
E a festa mexicana de ontem? Ai, que delicinha de farra! A turma se soltou na dança! Era um tal de sensualizar, de cair nos requebros , caras e bocas. Sabe como é depois do terceiro copo...Kkkkkkkkkkkk. 
Lá para as tantas, Veridiana resolveu tacar fogo no puleiro, empurrando Thiago para Ana Paula, enquanto Edu tentava dar uma de cupido empurrando Douglas para a Rayanne. Nem precisava da ajudazinha, logo mais esses dois vão fazer festinhas calientes subedredonicas, mesmo ela não estando solteira, como diz. Segundo soube, a separação da moça com o Latino, é mentira das brabas, com a conivência da emissora. Logo que ela sair do confinamento, a Record tratará de promover a "reconciliação" do casal! Por sinal, ela é linda! 
Thiago gastou grande parte do seu ocioso tempo forçando uma xamegância com Ana Paula, que já havia bebido todas, tentando beijá-la, etc. Só um tipinho cafajeste fica forçando beijo numa mulher alcoolizada, sem se segurar nas pernas. Belezinha, né mermo? Rapaz respeitador, bacaninha pra dedéu! Enquanto assistia de camarote a cena, Mara, ao invés de ajudar Ana Paula, limitou-se a ficar reclamando do rapaz, até que a própria Ana resolveu enfiar a mão na cara do sujeitinho (uai! onde estava Justus que não viu esta ceninha degradante? Ele não havia dito que não admitiria agressões e desrespeito na Fazenda 8?) 
Lá para as tantas Ovelha caiu na babaquice de tecer elogios a delicada Quelynah. Resultado, levou um passa fora daqueles... Tadinho, o pobre velhotinho não iria fazer nada contra a pureza da moça, sem viagra... não daria, né?
O momento hilário da noitada ficou por conta dos bebuns que teriam que ir dormir na baia.( Aliás, eu acho uma péssima idéia essa mudança, muito sem graça. Quem foi o cretino que inventou a baia? )
Chegando na famigerada baia, Rebeca resolveu bater um papo chatérrimo com um dos cavalos. Tadinho do cavalo!
Acabada a festa, Ana Paula não queria ir para casa, precisou Thiago arrastá-la, na hora de tomar banho a bela aprontou todas: mostrou as peitaças e a bunda. Uma moça fina e estilosa, né mesmo? 
Ovelha e o Edu falaram que Thiago estava se aproveitando da Ana Paula bebaça, e ele disse que não, que os dois já ficaram fora da casa e que está sendo bem bacana com ela, isso sim. (Ops! Eles se conheciam e sapecavam Iaiá fora do reality!) O hilariante diálogo da noite foi o desses três, ao comentarem que o romance cinematográfico de Rayanne e Douglas, era coisa do destino. Na minha terra esse tipo de romance tem outro nome. Compra quem quer. Coisinha mais batida é esta de pegação levar o nome de romance... Ai, que canceira!
Domingo pela manhã, todo mundo ainda ressacado, e a zootecnista Fernanda deu broncas das boas na turminha desavisada. Marcelo começa o dia, avisando que o banheiro da casa está fechando, que quem precisar fazer os números 1 e 2 devem ir no mato. Kkkkkkkkkkk, essa foi ótima! Imagina se a lhama aparece para dar umas cusparadas ... 

26 de setembro de 2015

A Mara que de Maravilha nada tem!


Bastou soltarem a cambada de candidatos a famosidade no pasto de A Fazenda para começarem os showzinhos de se mostrância de certas figurinhas toscas, loucas para aparecer. Dentre os que mais se esforçam para sair na edição destaca-se, sem sombras de dúvidas, a insuportavelzinha Mara Maravilha... Que mulherzinha encrenqueira, importuna, metidaça e chaaaata! Ela tanto provocou Thiago Servo que conseguiu o que queria: protagonizar a primeira discussão da oitava edição de A Fazenda... Foi tão forçada a insistência dela para tirar o colega do sério, tão calculada e ridícula, que me deu nojooooo. Ela que mude o script da personagem que criou, se não quiser estar na primeira roça. Como é miguxa dos bispos, deve se julgar blindada e muito bem apadrinhada... Será? 

A bruxa Mara Maravilha encapou os dentes para entrar divando em A Fazenda. Tadinha, achava que ficaria uma belezura, com um sorriso de estrela, mas o resultado não foi o sonhado pela cinquentona em fase de recalchutagem geral. Ó, coitada! Ter que encarar as jovens lindas do programa demanda muita personalidade, segurança e beijinhos no ombro para a desvantajosa diferença... E o problema da dentadura não afeta apenas a estética facial, ele fica notório por prejudicar a dicção da "Maravilha". A cantora fala assobiando e não consegue fechar a boca direito. Aliás, ela fala como uma metralhadora, distribui patadas, é a dona da verdade e se acha com o direito de dar pitacos na vida de todos. 

O fazendeiro vem me surpreendendo pela boa educação, paciência, prestimosidade e simpatia. Um belo rapaz, modelo, passando uma boa imagem de homem responsável na função que conquistou, agindo com simplicidade e gentileza com todos. 

Hoje teremos festa... Vamos ver no que vai dar, depois de alguns copos a mais...

24 de setembro de 2015

Foram abertas as porteiras de A Fazenda...


Enfim, "A Fazenda 8" estreou, em grande estilo, na noite de quarta-feira (23) com as novidades anunciadas. Além do novo apresentador, o carismático, estiloso e bonitão Roberto Justus, tivemos o primeiro bafão da edição: um participante não comparecer ao programa, sendo substituído para integrar o elenco do reality show. Rafael Ilha, aquela polêmica e pouco simpática figurinha, depois de assinar contrato com a produção do programa, precisou ser substituído, como informou Justus, ao vivo. "Rafael Ilha teve um problema com a Justiça que o proibiu de estar aqui. Esperamos até o final da tarde, mas recebemos um comunicado da Justiça o impedindo de vir", disse o apresentador, anunciando em seguida o ator Luka Ribeiro como seu substituto. Adorei ver o trapalhão fora da fazenda. 

Os selecionados, todos sub celebridades sem grande significação, não me parecem ter potencial para desempenharem uma edição capaz de entusiasmar o público. Não vislumbrei nenhuma grande personalidade. Quase todos são cantores/as de segunda linha... Todavia, é cedo para julgar. Vamos ver como vão se mostrar após a primeira roça, quando terminar a "lua de mel" inicial.

Os participantes são estes:

AMARAL
Ex-jogador de futebol 
42 anos / Solteiro / 2 filhos 
Nasceu e mora em Capivari-SP
Durante sua carreira sempre foi descrito como folclórico e divertido e ficou famosa a história de que foi coveiro antes de emplacar no futebol.

ANA PAULA Minerato
Model , 24 anos / Solteira. Nasceu e mora em São Paulo (SP)
A modelo, que já posou nua para a revista “Sexy”, é musa da escola de samba Gaviões da Fiel e já foi assistente de palco de uma atração de humor da TV. Atualmente, apresenta um programa de rádio.

CARLA PRATA
Bailarina, repórter e modelo
31 anos / Tem namorado 
Nasceu e mora no Rio de Janeiro (RJ)
Foi dançarina de um programa de auditório e musa da escola de samba União da Ilha no Carnaval carioca de 2015. Além de dançar, Carla já trabalhou como repórter de programas de TV.

DOUGLAS SAMPAIO
Ator e cantor 
22 anos / Solteiro / 1 filho 
Nasceu e mora no Rio de Janeiro (RJ) 
O ator já participou de algumas novelas e faz parte de uma dupla sertaneja. Haja cabra famoso!

EDU K.
Músico, apresentador e produtor musical 
46 anos / Solteiro 
Nasceu e mora em Porto Alegre (RS)
Vocalista da banda DeFalla, que, em 2000, emplacou o hit Popozuda Rock’n Roll, Vai vendo que "celebridade!"

JOÃO PAULO Montovani
Modelo e ator 
36 anos / Solteiro 
Nasceu e mora em São Paulo (SP)
Formado em Direito, o ator e modelo já morou na Itália e em Portugal. No Brasil, ele já participou de diversas campanhas publicitárias. Cabra famoso! Demais!

LI MARTIM
Cantora e atriz 
31 anos / Casada 
Nasceu em Sertanópolis (PR) e mora em São Paulo (SP)
Revelada em um reality show, fez parte do grupo Rouge no início dos anos 2000. Com o fim da banda, participou de uma série de musicais, como “Miss Saigon” e “A Bela e a Fera”. Alguém conhece esta grande celebridade? 

LUKA RIBEIRO
Ator
44 anos / Solteiro / 1 filha 
Nasceu e mora no Rio de Janeiro (RJ)
O ator participou de uma série de novelas da Record. Além disso, tem uma banda de pop-rock, que costuma se apresentar em bares do Rio de Janeiro.

LEIA MAIS...

21 de setembro de 2015

Está chegando a hora!

O apresentador Roberto Justus será o principal atrativo da oitava edição do reality show A fazenda, independentemente dos 16 participantes. A nova temporada estreia na quarta-feira, na TV Clube/Record. "Como apresentador, é um sonho conduzir um programa com esse perfil e com uma maior gama de público. O fato de ser ao vivo é um desafio. O conforto do apresentador é diferente", comenta Justus, em entrevista ao Viver.

Durante três dias na semana, Justus comandará a atração em tempo real. Terá que conciliar a função com as empresas que coordena. Por enquanto, grava pilotos do reality e edições do talk show Roberto Justus+, que seguirá no ar aos domingos, à 0h15, na mesma emissora. Apresentador do Aprendiz, Justus já ficou à frente de um programa popular no SBT, com o Topa ou não topa. 

Como analisa a estratégia da Record em colocá-lo como apresentador? 
Como tudo na vida, depois de sete edições, A fazenda precisava de uma mexida. Britto tinha outro estilo. É sempre bom mudar… Tentaram fazer no Aprendiz, mas não deu muito certo. É bom você dar um frescor ao programa. Vai ter uma nova cara. Eu não tenho a menor ideia de como será o perfil. Não pode ser muito diferente. Mas só a forma de falar, de apresentar, de comunicar com os peões já é sinal de mudança. Mas nada que saia da espinha dorsal do programa. É na forma de como levar isso para as pessoas. Na hora do ao vivo, não tem como prever. Quero manter bastante calma e aposto na minha experiência.

Como você definiria um participante ideal para o reality A fazenda?
Eu acho que o participante ideal é aquele com personalidade marcante, opiniões fortes, que sabe se expressar e não se inibe. Porque são disputas acirradas. Eles enfrentam um confinamento por três meses. É muito difícil conviver com egos que se misturam. Acredito que é esse perfil o que o público gosta de ver, que não exagere na baixaria e nem seja exageradamente exposto.

As mesmas estratégias do participante do Aprendiz devem ser adotadas para vencer A fazenda?
São diferentes. Eles coincidem com o confinamento concentrado, distante do meio em que vivem, e no desafio de derrotar participantes, mas, ao mesmo tempo, estão juntos na equipe. A diferença grande aqui é que, no Aprendiz, é mais intelectual, aqui a disputa é mais física e estratégica. Lá, você tem que agradar um apresentador. Aqui, o público de casa. 

Como se preparou para assumir a função? Assistiu a edições anteriores ou programas do gênero?
Eu dei uma olhada. Já acompanhava como telespectador. Por enquanto, estou analisando os participantes, fazendo piloto, conhecendo um pouco. A mecânica tem que ser entendida. Estou entendendo bem como funciona a mecânica de cada dia. Isso é que é importante. 

Você participou da pré-produção ou da produção do programa?
Não deu nem tempo para isso. Quando fui convidado, não influenciei no convite. Claro que sempre tem alguma pitadinha, mas não há necessidade… A equipe de Rodrigo Carelli é muito boa. São 270 pessoas envolvidas no programa, é a maior e mais complexa estrutura da emissora. Se você jogar os terceirizados, o número sobe para 400. É uma superprodução.

Vai sentir falta do terno e da gravata?
Nem um pouco. Não vivo de terno e gravata. Estou sendo casual. Eu visto roupas casuais diariamente. Jeans… Eu não durmo de terno. Só em reunião de negócios que uso roupa mais social. 

Vai ser complicado não ter o poder de escolha própria para dizer o equivalente a “você está demitido”?
Não é complicado. É até um alívio. Prefiro não decidir. Preciso conduzir da melhor forma possível para o telespectador… O fato de não interromper sonhos é um alívio. Eu só vou comunicar.

12 de setembro de 2015

Será que A Fazendo vai mesmo passar por mudanças?



_­­
Corre o boato que a oitava temporada do reality rural, “A Fazenda”, deverá ter ex-participantes de volta, disputando o prêmio de 2 milhões de reais. Seriam Théo Becker, Nicole Bahls e um terceiro que me escapa o nome. Essa não é a primeira vez que ex-participantes voltam ao reality.

Na edição 4 de “A Fazenda”, Monique Evans, voltou para o reality em busca do prêmio, só que mais uma vez ela não levou o prêmio, pra casa, mas chegou a final, ficando em 2º lugar. Theo Becker teve um breve retorno na mesma edição na qual Nicole participou. Quanto a esta, na oportunidade que teve de participar como convidada em A Fazenda deu Verão, só deu vexames.

Se Roberto Justus que, de fato, assegurar um alto nível de convivência social dentro da Fazenda, como pode aceitar dois dos mais desrespeitosos, desaforados e desbocados ex-participantes? Não diz este refinado senhor que não admitirá barracos, agressões verbais, baixarias e falta de respeito entre os participantes? Será que mudou de idéia? Neste caso, deveria completar o trio de deselegantes figuras convidando também a memorável mestra das cusparadas Andressa Urach e seu imbatível parceiro de escândalos Verdelho, ou, quem sabe, aquela socialyte da edição passada que se divertia provocando e insultando os colegas (graças a Deus esqueci o nome da bruaquinha)? Gente chegada a uma estrogonófica baixaria é o que não falta na galeria de pseudo-celebridades que já passaram e fizeram feio pelo programa.


LEIA MAIS...

4 de setembro de 2015

Rabiscos implacáveis!




Como sempre, a Record faz mistério sobre os participantes da Fazenda 8. Os escolhidos para participarem do reality deverão ficar de bico calado, essa é a ordem da emissora para que não vazem os nomes dos participantes, porém alguns já foram revelados. Mistério besta, porque no final das contas, a cada ano escolhem um elenco pior, inexpressivo de sub celebridades decadentes. Com a saída do insuportável Brito Junior, substituído em boa hora por Roberto Justus, acredito que o programa voltará a ter a credibilidade das primeiras edições, considerando que estão, de fato, tentando fazer uma rigorosa e necessária mudança em vários aspectos da atração.

Assim sendo, a emissora não quer nenhum participante fora da forma, portanto a ordem é que eles se arrumem sempre na casa até mesmo para realizar as provas. Palavrões, insultos, agressões verbais, como aconteciam nas edições anteriores, estão proibidos. Cenas deploráveis de execráveis baixarias, como as protagonizadas por Andressa Urach, Matheus Verdelho campeões das cusparadas, copos com água jogados na cara , injúrias impublicáveis, além das deploráveis cenas de alcova, com direito à visão tenebrosa do bundão animado do moiçolo descuidado! Isto quando a fogosa Bárbara não resolvia seu desejo de amassos no ofirô, na despensa e onde lhe desse na veneta. Beleza!!! Frufru beleza!!!

A Produção já começa a traçar as novas regras para a próxima temporada. Uma delas é a proibição de seus contratados (atrizes e atores) participarem no reality. Segundo o colunista Flavio Ricco, a ordem é dar maior credibilidade ao programa e evitar polêmicas parecidas com as das edições em que Dado Dolabella e Karina Bacci venceram, quando surgiram reclamações tratando as vitórias como “marmelada”. E, por falar em mamelada,  nenhuma se igualou à vitória saquele contorzinho desbocado, feioso, insignificante, sem charme, sem pontuação nas enquetes que levou o prêmio milionário, surpreendendo vergonhosamente à maioria dos fãs do programa. Para a oitava edição, somente profissionais de fora poderão fazer parte do casting. Alguns dos escalados já foram confirmados.

Outra exigência da emissora, é colocar outra dupla nos moldes de Pepê e Neném, pois a equivocada produção acha que as mesmas fizeram um mega sucesso na edição anterior e chamaram bastante atenção do público. AI, Jesus! A dupla era insuportável, mal educada, desaforada, barraqueira, fofoqueira e simpatia zero.

Se Justus não der um jeito na bagaça, se não acabar com as manipulações da produção, se não acabar com as fraudes nas provas e a enganação que é aquele baú com envelopes facilmente manipulável, então o melhor é desistirem de vez de fazerem um reality que possa competir com o Big Brother Brasil. Este, apesar dos pesares, conta com um diretor que entende do traçado e consegue uma audiência bem superior à de A Fazenda. Mesmo assim, não vem conseguindo deter a marcha galopante da decadência que faz a audiência cair mais a cada edição.

A programação da Record está tão ruim quanto a da Globo. Gente, que coisa mais sem graça são as duas novelas que ocupam todo o horário da tarde na emissora do bispo? Copiando o "Vale a pena ver de novo" da Globo? Quanta falta de criatividade! Gugu, Sabrina e Xuxa são de amargar! A japa tem uma voz horrorosa, com sotaque caipira, não tem desenvoltura, estudo e capacidade de resolver situações inesperadas sem meter os pés pelas mãos. Na entrevista com Chimbinha e Joelma foi um vexame. A dançarina/cantora disse alguma coisa que a apresentadora não esperava e a despreparada ficou sem saber o que dizer ou fazer para sair da saia justa. Pior que Sabrina somente Luciana Gimenes. 

Xuxa já deu o que tinha para dar, fala um português execrável, pontilhado de erros de concordância e de gramática: Uma vergonha!. A loura aguada e cinqüentona assumiu um comportamento de adolescente retardada (como sempre fez), agora em nova versão metida a gaiata e modernosa demais para a idade que tem. Só dá para eu assistir no máximo por 10 minutos, sob pena de ficar com ânsias de vômito. Programinhas para a classe D! Não dá para aturar. 

Gugu é o menos ruim, quando não imita Luciano Huck, como imitava Chico Anísio. Todavia, é repetitivo demais, arrastado em excesso, quando não cai numa tediosa falação sem nenhum interesse. É outro que já deu o que tinha para dar. Os programas da manhã são bem melhores, especialmente o Encontros com Fátima Bernardes, apresentadora inteligente, jornalista, com uma simpatia e classe que encantam.


2 de setembro de 2015

Novelas ou o mais puro lixo televisivo não reciclável?



O segundo capítulo da novela A Regra do Jogo deixou bem claro que a Globo está oferecendo aos seus telespectadores mais um lixo televisivo da pior qualidade. Na cena que foi ao ar nesta terça (1/9), a dona de casa Djanira se desespera com a prisão de Tóia (Vanessa Giácomo), acusada de furto, e pede ajuda ao filho para livrar a moça da cadeia. Romero foi visitar a mãe no hospital, que passou por uma cirurgia de aneurisma, protagonizando cenas asquerosas de crueldade contra a convalescente. Ao entrar no quarto foi logo disparando um monte de ódio represado, provocando a fúria da mãe que o abomina: "A senhora não mudou muito nesses anos". "Adoraria nunca mais ter que olhar para tua cara", rebate Djanira. Simplesmente abjeta a troca de impropérios entre os dois, tornada ainda mais hedionda com as humilhações desumanas que o filho diabólico submete à implorante mãe, obrigada a sair do leito do hospital para ficar de joelhos aos pés do sádico filho para pedir que a ajudasse a libertar a filha que roubara para pagar a cirurgia urgente. A cena foi grotesca. 
Mas, desesperada por salvar Tóia, que pegou dinheiro da boate em que trabalha para pagar o hospital, Djanira se ajoelha e implora pela ajuda de Romero. "Ela cometeu um assalto para poder pagar a conta desse hospital. Eu quero que você livre a minha menina da cadeia", pede, aos prantos..Para minha sensibilidade foi demais! Decidi, de imediato, mudar de canal, na certeza de que não me interessa continuar vendo tanta baixaria e imundice a guisa de divertimento. Não suporto mais poluir meu espírito e empobrecer minha mente com a lixarada não reciclável que a decadente Globo e seus fraquíssimos novelistas resolvem impingir aos amantes das novelas. Chega de louvação à corrupção, à cafajestada de delinquentes, às aventuras abjetas de mulheres destituídas de valores morais, às façanhas sexuais de quengas, às atividades espúrias de vadias, ladras, somadas às execráveis ações de traficantes, assassinos, estupradores, pedófilos e a numerosa gentalha que compõe a fina flor da escória social. 

Cabia à Rede Record o mau gosto pela produção deste tipo de novelas, baseadas no esgoto do submundo social, na violência de todos os tipos, no sadismo descarado, na indignidade humana e em tudo que representa a iniquidade do lado mais obscuro, nefasto e abjeto do ser humano. De uns tempos para cá, a Globo passou a copiar o abominável modelo da emissora do Bispo milionário.
É uma lástima ver atores de qualidade como Toni Ramos, Cauã Raymond, Alexandre Nero, Kássia Kiss, dentre outros, enxovalhando-se numa trama tão nojenta. A novela de João Emanuel Carneiro, como a dos autor de "Verdades Secretas" são para quem aprecia o universo das baixarias da vida atual nas favelas e centros urbanos, na política e nas cadeias, gente que se diverte com a miséria humana em seu nível mais degradante, sem sentir ânsias de vômito.
"Verdades Secretas" é a apoteose da pedofilia e do mundinho mesquinho das garotas de programa disfarçadas de modelos de moda, exploradas por uma Cafetina inescrupulosa e homens degenerados  e tão inescrupulosos quanto ela, que  exploram sexualmente meninas de 16 anos, tratando-as como quengas vadias. Isto sem falar no glorioso mundo das drogas e da viadagem servidos como a cereja do bolo fétido oferecido no final da noite. Beleza, não é mesmo? 

1 de setembro de 2015

O "Mundo Cão" e a Baixaria no podium da dramaturgia!



Realmente, a Globo anda em uma má onda de insucessos em suas novelas e programas humorísticos tediosos metidos a engraçados. No caso das novelas, vale ainda lembrar o fracasso hediondo da nauseabunda Babilônia. Foi tão ruim, tão sem pé nem cabeça, tão vergonhosamente mal elaborada e porcamente escrita que o melhor é esquecê-la de vez. Pena que atrizes estupendas como Fernanda Montenegro, Natália Thimberg e Arlete Sales  tenham sido escaladas para semelhante despautério. Agora temos outra novela no ar, de um autor de peso, que tanto sucesso alcançou com a inesquecível Avenida Brasil. O primeiro capítulo de “A Regra do Jogo” marcou 31 pontos em São Paulo, segundo o Ibope (cada ponto equivale a 67 mil domicílios). O resultado confere à novela de João Emanuel Carneiro o rótulo nada honroso de estreia pífia para uma novela das 21h. Antes dela, o mais baixo recorde negativo pertencia a “Império'', de Aguinaldo Silva, que só somou 32 pontos no primeiro capítulo. Todavia, acredito que tal resultado seja consequência da descrença do público em relação à qualidade das novelas globais, cuja maior preocupação é fazer a apologia dos romances homoafetivos, exibindo mulheres aos beijos e homens trocando olhares lânguidos e amassos apimentados das libélulas afetadas(como estamos vendo em Verdades Secretas) num esforço insano e desesperado para fazer a cabeça do público tradicional a favor de tais relações entre pessoas do mesmo sexo, como se fossem tão naturalmente aceitos como são os amores entre heteros. Com o intuito de não competir com a excelente novela da Record Os Dez Mandamentos, o “Jornal Nacional”, foi esticado excepcionalmente para 51 minutos, atrasando o início da novela para que desse tempo de terminar o final do capítulo da novela da Record. Só que o tiro saiu pela culatra, pondo à deriva a infantilóide estratégia, pois o capítulo dos Os Dez Mandamentos também foi mais alongado, terminando às 21h50. Vale salientar que este capítulo da novela da Record assinalou média de 19 pontos, sua maior audiência desde a sua estreia. E não poderia ser diferente, vez que mostrou a terrível primeira praga enviada por Deus contra o Egito, ou seja: as águas do Nilo e da cidade transformada em sangue.

Devo acrescentar que assisti a estreia de "A Regra do Jogo" com grande interesse, gostei muito da dinâmica do capítulo, da mesma forma que vi aplaudindo de pé as atuações de Alexandre Nero e Cauã Reymond, uma dupla que tem tudo para dar certo em seus papéis e garantirem boa audiência para esta novela que mais parece uma cópia dos programas tipo Cidade Alerta, com seu sensacionalismo de crimes, de denúncias de corrupção na polícia, enfim do lado obscuro e mais pesado da vida urbana. Que falta de assunto, Deus meu! Que decadência temática é fazer do mundo cão ensejo para divertimento nas noites em família!